quarta-feira, 15 de março de 2017

7.º CEORN, Curso Especial de Oficiais da Reserva Naval, 1964 - Parte I






Listagem completa do 7.º CEORN(clicar)



Em cima, o 7.º CEORN da Classe de Marinha, num registo habitual de família na portaria da Escola Naval


Foi patrono deste curso Hermenegildo Capelo, oficial da Armada que, no século XIX, conjuntamente com Roberto Ivens, vivera a fantástica aventura da travessia que intitularam «De Angola à Contra-Costa», percorrendo 4.500 quilómetros do continente africano, do Atlântico ao Índico, feito que os tornou figuras ímpares da nossa História.

Iniciado o 7.º CEORN em 15 de Agosto de 1964, foi frequentado por 64 cadetes, sendo 30 da classe de Marinha, 1 da classe de Médicos Navais, 1 da classe de Engenheiros Contrutores Navais, 6 da classe de Engenheiros Maquinistas Navais, 7 da classe de Administração Naval e 19 da classe de Fuzileiros. Terminou com a reprovação de três cadetes.




O CAlm António Morgado Belo, Comandante da Escola Naval.

À data da incorporação era Comandante da Escola Naval o então Comodoro António Morgado Belo e, pela primeira vez, numa perspectiva destacadamente inovadora, no âmbito das actividades culturais e com o propósito de completar a formação académica e técnica dos cadetes daquela Instituição, despertando-lhes o interesse por assuntos de maior actualidade, em 4 de Dezembro de 1964 o cadete da Reserva Naval Ernâni Rodrigues Lopes, proferiu uma palestra subordinada ao tema “Aspectos Gerais do Desenvolvimento Económico”.

Realizou a viagem de instrução nas fragatas «Diogo Cão» e «Corte Real», tendo como destino a Madeira, Cabo Verde e Guiné, culminando com a promoção dos cadetes a Aspirantes a oficial depois do juramento de bandeira no dia 29 de Abril de 1965.




Em cima, as fragatas «Corte Real« (á direita) e «Diogo Cão» (à esquerda) a caminho dos Açores, em manobra de reabastecimento no mar e, em baixo,
a fragata «Corte Real» fundeada em Cabo Verde - Ilha de Santiago





Foi ainda o cadete Ernâni Rodrigues Lopes que recebeu, no dia do Juramento de Bandeira, o Prémio Reserva Naval por ter sido o aluno com a melhor classificação deste curso.



A incorporação deste CEORN tinha por objectivo, tal como se verificava desde 1961, a preparação dos RN para a mobilização e rendição nos cenários de África.

Pouco tempo após a entrada deste curso, em 25 de Setembro desse ano, a Frelimo iniciava a sua luta de guerrilha no Chai, Distrito de Cabo Delgado e no Cobué, no Niassa.

Foram cinco os oficiais que ingressaram no Quadro Permanente, mantendo a ligação à Marinha e atingindo alguns o posto de Capitão-de-Mar-e-Guerra.

Na breve evocação do 7º CEORN que neste número da Revista se faz, não ficam esquecidos todos quantos nos privaram já da sua companhia. A presença de cada um será sempre marcada nos reencontros deste curso.




Galeria de Fotos:


0250/07-André Pires Rodrigues


0251/07-António de Almeida Correia de Sá


0252/07-António Jorge Pimenta da Silva


0253/07-António Luís Gato


0254/07-António Manuel Baptista de Mello


0255/07-António Viriato Carvalho Santos


0256/07-Carlos Manuel Lopes de Carvalho


0257/07-Fernando Augusto Pacheco da Costa


0258/07-Florêncio António Fernandes


0259/07-Francisco José de Orey da Cunha


0260/07-Francisco Parente Mendes Godinho


0261/07-João Almeida Santos


0262/07-João António Rodrigues de Oliveira


0263/07-João Bernardo Pacheco Rodrigues


0264/07-João da Silva Boavida Canada


0265/07-João do Carmo Lourenço


0266/07-João Frederico Campos Burnay


0267/07-João Paulo Von Mayer Reis


0268/07-Joaquim António Coelho Palminha


0269/07-Jochia Lipszyc


0270/07-José Fernando Ferreira Guimarães


0271/07-Luís Fernando Frutuoso Costa


0272/07-Luís Manuel Carneiro Amoroso Lopes


0273/07-Manuel Avenilde Rodrigues Valente


0274/07-Manuel Branco Ferreira Lima


0275/07-Manuel Mendes de Almeida Abecassis


0276/07-Manuel Teixeira Rego Oliveira


0277/07-Pedro José Araújo de Sousa Ribeiro


0278/07-Raul Filipe Carvalhal Rebelo


0279/07-Rui Jorge Lima Saraiva


0280/07-José Rodrigues dos Santos Lourenço


0281/07-Fernando de Jesus Monteiro


0282/07-Alcides Vaz Serra Pacheco


0283/07-António Pereira Rufino


0284/07-Arnaldo Augusto Hibon de Campos


0285/07-Joaquim Maria Baptista Rodrigues Pereira


0286/07-José Diogo Peres Pires Branco


0287/07-José Guilherme Vieira Baptista


0288/07-Artur Eduardo Brochado dos Santos Silva


0289/07-Bernardo da Gama Lobo Xavier


0290/07-Ernâni Rodrigues Lopes


0291/07-José Filipe Correia Araújo


0292/07-Mário Augusto Nunes Baptista


0293/07-Mário José de Matos Valadas


0294/07-Rui Manuel Parente Chancerelle de Machete


0295/07-Alfredo José Geraldes Malheiro Messeder


0296/07-Américo dos Santos Pinto


0297/07-António Cabrita da Silva


0298/07-António Delgado Mateus


0299/07-Augusto César Gaspar Ferraz


0300/07-Basílio Sebastião Rodrigues Tavares


0301/07-Elder Carlos de Sousa Fernandes


0302/07-Fernando José de Sá Martins Varanda


0303/07-Francisco Coelho Mendes Fernandes


0304/07-Francisco Gil de Borja e Meneses


0305/07-Gabriel Maria da Costa Mesquita Brito


0306/07-João Garcia Ribeiro


0307/07-Joaquim Miguel Calhau Barrocas


0308/07-José Sebastião Raposo Alves Saltão


0309/07-Mário José dos Santos Carvide


0310/07-Pedro Salgado Baptista Coelho


0311/07-Raúl Eugénio Dias da Cunha e Silva


0312/07-Vasco Luís Schulthess de Quevedo Pessanha


0313/07-Victor Manuel Moreira Barreto




Fontes:
Arquivo de Marinha; Anuário da Reserva Naval 1958-1975, Adelino Rodrigues da Costa e Manuel Pinto Machado, Lisboa, 1992; Dicionário de Navios, Adelino Rodrigues da Costa, 2006; Texto do autor do blogue compilado, adaptado e completado a partir do publicado na Revista n.º 11 da AORN - Associação dos Oficiais da Reserva Naval, Abril 2000; Fotos de Arquivo do autor do blogue;

mls

Sem comentários:

Enviar um comentário

Guiné, 1990 - Os degredados do forte do Cacheu

Guiné, 1990 - Os degredados do forte do Cacheu (Post reformulado a partir de outro já publicado em 2 de Abril de 2011) No interior do forte ...